1
  • $options.id_post:
  • $options.slug:
  • https://filament2print.com/pt/blog/_.html
  • es
  • gb
  • pt
  • fr
  • Copoliésteres (PET) 

    Existem 10 produtos.

    Os filamentos de copoliéster (PET, PETG, CPE...) são capazes de suportar altos esforços de tração e apresentam uma alta durabilidade e resistência química, além de excelente adesão entre camadas.

    Mostrando 1 - 10 de 10 itens

    Que é o PET

    O PET (Polyethylene terephthalate) nasce em meados do século XX como polímero para a fabricação de fibras, que substituiriam às fibras de algodão. Pouco depois do aparecimento este material, em forma de fibra, assentou-se na indústria, e o seu uso no setor têxtil continua a ser ponteiro na atualidade. Com a evolução da tecnologia de processado, o PET começa a utilizar-se em forma de filme para empacotar alimentos e em 1976, este polímero sofreu o seu maior boom com a fabricação de garrafas rígidas para bebidas pouco sensíveis ao oxigénio, como refrigerantes carbonatados, cerveja e água mineral.

    Como evolução do PET surge o PETG, um material com o que se consegue objetos mais translúcidos e com um ponto de fusão menor, características ideais para criar peças resistentes e fáceis de termoformagem ou extruir. Devido à facilidade de extrusão e estabilidade térmica, o PETG e outros derivados do PET são muito utilizados no mundo da impressão 3D FDM / FFF.

    PETG: A facilidade do PLA e as propriedades mecânicas do ABS

    O PETG como material utilizado na impressão 3D se caracteriza por uma funcionalidade muito similar ao ABS (boa resistência à temperatura, duradouro e resistente) e a facilidade de ser impresso como o PLA. Além disso amostra boa adesão entre capas, pouca deformação durante a impressão, resistência a ambientes com temperaturas baixas durante prolongados intervalos de tempo, resistência química (bases e ácidos) e a ausência de cheiro durante a sua impressão.

    Dentro desta categoria destaca o CPE HG100, um copoliéster termoplástico que apresenta uma alta resistência ao impacto (sem rompimento), grande dureza, resistência à tração e resistência térmica entre outras muitas qualidades. Ao igual que outros muitos materiais, o PETG também se pode encontrar reforçado com fibras (carbono ou aramida) para aumentar a sua resistência mecânica e elevar o emprego destes materiais a níveis industriais.