1
  • $options.id_post:
  • $options.slug:
  • https://filament2print.com/pt/blog/_.html
  • es
  • gb
  • pt
  • fr
  • MoldLay

    Novo produto

    12 Itens

    20,45 €sem IVA
    24,74 €com IVA

    Solicitar informação

    Permite imprimir formas tanto para fundição à cera perdida como para o moldado permanente. 

    MoldLay é um novo filamento com propriedades similares à cera. É muito rígido a temperatura ambiente, mas converte-se em extruível quando se aquece a 170-180ºC. Este filamento foi desenhado pelo conhecido engenheiro alemão de novos filamentos para impressão 3D Kai Parthy de Lay-Filaments. Ele é o inventor dos filamentos compostos mais interessantes na atualidade como são o Bendlay, o Layfomm ou os mais conhecidos como o LayWoo-D3 ou o Lay-Brick, todos eles extremamente singelos de imprimir em qualquer impressora 3D de tecnologia FDM/FFF.

    O MoldLay é um filamento que permite imprimir formas tanto para fundição à cera perdida como para o moldado permanente. É extremamente estável dimensionalmente e permanece rígido a temperatura ambiente.

    As principais características deste filamento são:

    • Praticamente zero deformação.
    • Pode-se imprimir sem cama quente.
    • Imprime-se com ele a temperaturas de 170 a 180ºC.
    • As formas devem ser tratadas a 270ºC em um forno de cocção (É válido um forno de cozinha que alcance esta temperatura).

    Em primeiro lugar deve-se desenhar e imprimir em 3D o modelo que desejemos obter através de uma forma. Uma vez impressa com o filamento MoldLay, a seguir devemos rodear esta peça com uma argila ou concreto que se endureça. Uma vez que o bloco de argilla se endureceu, colocar-se-á em um forno a uns 270ºC. Isto derreterá o MoldLay dentro do concreto e provocará que este flua para fora da forma como a cera de parafina quente deixando a forma com a forma perfeita para fazer o derrame. Isto deixa uma forma perfeita dentro do bloco de concreto, que pode ser enchido com o metal desejado a seguir. Uma vez arrefecido dito metal é o momento de romper a forma e recuperar o objeto dentro, que será uma cópia similar à que se imprimiu inicialmente com o filamento MoldLay. A única diferença é que é de metal em local de cera. Sempre pode ficar algo de argila ou concreto unido ao objeto de metal. Isto se pode eliminar por imersão do objeto em ácido cítrico durante umas horas.

    É um processo bastante longo, mas poupa bastante dinheiro ao não ter que realizar a peça a sacrificar na forma como se faz artesanalmente. MoldLay dá um passo mais no mundo da impressão 3D, abrindo as portas do moldo de peças em metal partindo de uma peça impressa em uma impressora 3D de escrivaninha, possibilitando a fabricação em massa.

    Teve muitas tentativas de realizar peças de fundição partindo de uma peça realizada com filamentos para impressão 3D, no entanto todos eles fracassaram. Muitos tentaram realizar este processo com o PLA, mas este requer ter um forno com uma temperatura mais alta para poder o fundir. Além disso este ao fundir-se não abandona facilmente a forma pelas suas cavidades. MoldLay não requer temperaturas tão altas e além disso não emite fumaças tóxicos ao se fundir. Com MoldLay poderás utilizar o teu forno da cozinha. MoldLay é um tipo de plástico com propriedades similares à cera. A temperatura ambiente é muito rígido e sólido e converte-se extruível quando se aquece até os 170-180ºC. Quando se aquece em um forno a 270ºC, este se converte em líquido com uma viscosidade de azeite fino.

    É perfeito para ser empregue em duas técnicas de criação diferentes: Forma perdida (ou cera perdida) de fundição e Moldado permanente. Ambas são técnicas de criação tradicionais que consomem muito tempo mas agora é mais fácil que nunca graças ao uso de uma impressora 3D.

    Aconselha-se imprimir com cama quente a uns 40ºC, embora pode-se imprimir com ele embora não disponhamos de uma impressora 3D com base quente. A temperatura do nozzle pode oscilar entre os 170 e os 180ºC. Uma vez impressa com o filamento MoldLay, a seguir devemos rodear esta peça com uma argila ou concreto que se endureça. Uma vez que o bloco de argila se endureceu, colocar-se-á em um forno a uns 270ºC. Isto derreterá o MoldLay dentro do concreto e provocará que este flua para fora da forma como a cera de parafina quente deixando a forma com a forma perfeita para fazer o derrame. Isto deixa uma forma perfeita dentro do bloco de concreto, que pode ser enchido com o metal desejado a seguir.

    Uma vez arrefecido dito metal é o momento de romper a forma e recuperar o objeto dentro, que será uma cópia similar à que se imprimiu inicialmente com o filamento MoldLay. A única diferença é que é de metal em local de cera. Sempre pode ficar algo de argila ou concreto unido ao objeto de metal. Isto se pode eliminar por imersão do objeto em ácido cítrico durante umas horas.

    • Local de fabricação: Lay Filaments na Europa.
    • Rigidez: Alta a temperatura ambiente.
    • Temperatura de impressão ideal (nozzle): 175ºC
    • Temperatura de fusão: 170ºC-180ºC
    • Temperatura de cama ideal: Como máximo a cama deverá estar a 40ºC.
    • Transparência: Opaco.
    • Cheiros e fumaças: Ausência de cheiros e fumaças ao imprimir.
    • Cor: Cinza cera.
    • Peso Neto: Rolo de 0,25 Kg
    • Peso com embalagem: 0,4 Kg.
    • Diâmetros: 1.75 mm ou 3mm
    • HS Code: 3916.9

    4 outros produtos da mesma categoria: