1
  • $options.id_post:
  • $options.slug:
  • https://filament2print.com/pt/blog/_.html
  • es
  • gb
  • pt
  • fr
  • Pellets ABS for 3D printig. View larger

    Pellets ABS

    Este produto poderia entregar em um prazo superior ao standard.

    Novo produto

    8,95 €sem IVA
    10,83 €com IVA

    Solicitar informação

    Pellets de ABS natural para fabricar filamentos para impressão 3D com uma extrusora.

    O ABS é um plástico feito de acrilonitrilo, butadieno e estireno. Chama-se plástico de engenharia porque é um material com propriedades mecânicas e térmicas mais elevadas do que os plásticos convencionais, o que também significa que é mais difícil de imprimir.

    Devido à sua composição, o ABS tem as seguintes propriedades:

    • O acrilonitrilo proporciona tenacidade, resistência a altas temperaturas, resistência química, e rigidez.
    • O butadieno proporciona resistência ao impacto e resistência à temperatura, especialmente a baixas temperaturas.
    • O estireno proporciona maior rigidez e resistência mecânica.

    A combinação destes três blocos faz do ABS um plástico amplamente utilizado em sectores industriais como a indústria automóvel ou em produtos de uso comum (brinquedos, invólucros de aparelhos, etc.). Como resultado da sua utilização generalizada na indústria, este material foi um dos primeiros a ser utilizado na impressão 3D juntamente com o PLA.

    Pellets de ABS

    Imagem 1: Pellets de ABS. Fonte: Filament2print.

    Os pellets de ABS são pequenos cilindros de material da mais alta qualidade. Não incorporam material reciclado ou recuperado. Devido a estas qualidades, os pellets de ABS são perfeitos para a impressão 3D, alcançando uma alta qualidade de impressão. Existem vários métodos para a utilização de pellets na impressão 3D:

    • Os pellets ABS podem ser utilizados no fabrico de filamentos para impressoras 3D FDM utilizando Filastruder ou qualquer outro extrusor de filamentos.
    • É possível utilizar directamente um extrusor de pellets.

    Para obter cores diferentes, os pellets de material ABS devem ser combinados com os corantes desejados. Desta forma, as cores personalizadas podem ser conseguidas. Isto pode ser muito útil, pois em alguns casos pode ser difícil encontrar a cor exacta necessária para cada aplicação. Esta é uma grande vantagem, especialmente quando se produzem pequenas séries de peças de uma determinada cor.

    Colorantes para pellets

    Imagem 2: Exemplos de corantes para pellets. Fonte: Filament2print.

    Com a combinação de Pellets de ABS e um bom extrusor de filamentos como Filastruder, é possível obter filamentos de impressão 3D com qualidades semelhantes às de um filamento comercial de ABS.

    Ao utilizar Pellets de ABS para fazer filamentos com um extrusor de filamentos como o Filastruder ou utilizando um extrusor de pellets para impressão directa em 3D, deve ter-se em conta que a temperatura de extrusão deve ser regulada em relação à velocidade de extrusão utilizada. No caso de ABS Pellets, esta temperatura pode variar entre 220 ºC e 330 ºC. Para obter os melhores resultados, recomenda-se a leitura das instruções de utilização do produto.

    A temperatura adequada para extruír estes pellets de ABS  no Filastruder está entre os 220 e os 230ºC. Para velocidades de extrusão mais elevadas pode-se aumentar a temperatura até os 240ºC, mas neste caso corre-se o risco de que no filamento apareçam pequenas borbulhas de ar.

    Embora o ABS não seja um dos materiais mais higroscópicos, é aconselhável armazenar os pellets de ABS num saco hermético ou usar sacos dessecantes para evitar que absorvam humidade. Se os pellets tiverem humidade, o filamento que fizer pode conter pequenas imperfeições.

    Ao extrudir o material, recomenda-se fazê-lo numa sala bem ventilada, uma vez que os fumos emitidos no processo não são totalmente saudáveis.

    Información general
    Material ABS
    Formato Bolsa de 1 Kg
    Bolsa de 10 Kg
    Densidad 1.04 g/cm3
    Color Natural
    Propiedades mecánicas
    Resistencia al impacto Izod (ASTM D256) -
    Resistencia al impacto Charpy  -
    Resistencia última a rotura -
    Deformación máxima a rotura -
    Resistencia a la tracción (ASTM D638) -
    Módulo de tracción (ISO 6721) -
    Resistencia a la flexión (ISO 178) -
    Módulo de flexión  -
    Dureza superficial -
    Propiedades térmicas
    Temperatura de procesado -
    Temperatura de transición vítrea -
    Temperatura de fusión -
    Ratio MFR 28g/10min @ 220°C/10.0Kg
    Información adicional
    HS Code 3901.1

    6 outros produtos da mesma categoria: