Array
(
    [id_post] => 33
    [meta_title] => Que é o flow de impressão 3D e como ajustar
    [meta_description] => Neste artigo vamos comentar que é o flow bem como a importância que tem na impressão 3D. Além disso, explica-se como calibrar este parâmetro para que a impressora 3D dê os melhores resultados possíveis.
    [short_description] => Neste artigo vamos comentar que é o flow bem como a importância que tem na impressão 3D. Além disso, explica-se como calibrar este parâmetro para que a impressora 3D dê os melhores resultados possíveis.
    [meta_keyword] => 
    [content] => 

Neste artigo vamos comentar que é o flow bem como a importância que tem na impressão 3D. Além disso, explica-se como calibrar este parâmetro para que a impressora 3D dê os melhores resultados possíveis.

Flow de uma impressora 3D

O flow é a quantidade (volume para ser mais precisos) de filamento que decorre pelo extrusor em função dos parâmetros de impressão selecionados para realizar um modelo. O cálculo do flow realiza-o automaticamente a impressora 3D em função dos Passos/mm que estabelece o fabricante da impressora 3D para o motor do extrusor, em função do diâmetro do filamento e do diâmetro de saída do nozzle.

Como calibrar a impressora 3D ante uma mudança de extrusor

Se realiza-se a mudança ou modificação do extrusor, por exemplo por um E3D Titan Aero, dever-se-á ajustar os Passos/mm do motor do extrusor.

E3D Titan Aero extrusor

Imagem 1: E3D Titan Aero extrusor. Fonte: E3D

 O primeiro é saber quantos Passos/mm utiliza a impressora 3D. Isto está refletido na parte de "Controlo>Movimento>Extrusor", neste caso o valor é 104.5 Passos/mm.

Passos/mm do Extrusor

Imagem 2: Passos/mm do Extrusor

Fazem-se duas marcas no filamento, separadas 20 mm e 25 mm do início do extrusor.

Marcas no filamento para calcular o número correto de Passos/mm

Imagem 3: Marcas no filamento para calcular o número correto de Passos/mm

Move-se o filamento 20 mm desde o ecrã de controlo no apartado de movimento.

Mover o filamento 20mm

Imagem 4: Mover o filamento 20 mm

A seguir, comprova-se se a deslocação que realiza o motor do extrusor é o correto. Em caso de não ser assim, se mede com um calibre o erro para poder o corrigir. Com todos os dados anteriores e utilizando a seguinte fórmula obtemos os Passos/mm corretos para o motor do extrusor.

Fórmula Passos/mm do extrusor

Imagem 5: Fórmula Passos/mm do extrusor

Ao finalizar o cálculo, só há que modificar os Passos/mm no ecrã de controlo e guardar os novos dados.

Por outro lado, todos os softwares de laminação 3D dispõem de um apartado onde modificar a quantidade de fluxo (razão do fluxo) já que as densidades mudam entre os diferentes materiais que existem no mundo da impressão 3D FDM/FFF. Este razão é muito importante à hora de conseguir tanto o acabamento superficial desejado como as dimensões reais do desenho CAD, porque em caso contrário, será muito complicada a fabricação de peças que vão encaixadas entre si ou conectadas com outras.

Antes de ajustar o fluxo, preparemos a impressão 3D corretamente

Antes de explicar o ajuste do parâmetro de razão de fluxo, queremos lembrar uma série de conselhos a ter em conta sempre antes de realizar uma impresão 3D. Há que comprovar sempre o estado do nozzle, que não presente um desgaste abusivo da ponta nem que tenha sujeira tanto interna como externamente. Comprovar que a temperatura de extrusão seja a recomendada pelo fabricante do filamento, porque em caso de não cumprir esta recomendação, a calibragem do fluxo será ineficaz e nunca conseguir-se-á um bom resultado. Por último, e talvez o mais importante, a base deve estar bem nivelada e calibrada para que o modelo impresso não presente desvios dimensionais no eixo paralelo à base de impressão (eixo z).

A prova do cubo para o ajuste da razão de flow de impressão

Para ajustar o parâmetro da razão de fluxo deve-se realizar a prova do cubo. Esta prova consiste em imprimir um cubo oco e sem a cara superior, para comprovar que a espessura dos caras laterais se corresponde com as do desenho.

Cubo de Calibragem do flow

Imagem 6: Cubo de Calibragem do flow

 No nosso caso temos impresso um cubo com uma espessura de cara lateral de 0.80 mm, desenhado por 3D_MaxMaker que podem encontrar em Thingiverse. Os parâmetros de impressão são: nozzle de 0.40 mmlargo de capa 0.80 mm (para criar duas capas exteriores e que a medida seja mais precisa) e razão do fluxo de 100 %.

Razão do fluxo 100%

Imagem 7: Com razão do fluxo ao 100 % o cubo fica sobredimensionado

 Ao utilizar PLA com razão de fluxo de 100 % (recomendado 90 %) obtivemos uma medida de 0.88mm, claramente sobredimensionada. Para corrigir este desvio aplicaremos a seguinte fórmula:

Fórmula para calcular o fluxo necessário para qualquer material

Imagem 8: Fórmula para calcular o fluxo necessário para qualquer material

 Obtido a novo razão de fluxo (90 %) só fica modificar o parâmetro no software de laminação 3D que se utilize, no nosso caso o Cura 3D.

Razão do fluxo o 90%

Imagem 9: Modificar a razão do fluxo ao 90 %

 E voltar a imprimir o cubo para comprovar que as medidas obtidas com a novo razão do fluxo são as corretas.

Medidas corretas ao calcular a razão do fluxo necessário para o PLA

Imagem 10: Medidas corretas ao calcular a razão do fluxo necessário para o PLA

 Como comentámos antes, a densidade dos materiais que se utilizam na impressão 3D não é a mesma, com o que para a cada material e fabricante é recomendável fazer este ajuste.

Ao realizar este simples processo de correção todas as impressões 3D que se realizem ganharão tanto em qualidade superficial como em proporcionalidade dimensional.

Em resumo, o flow trata-se de uns dos parâmetros mais esquecidos na impressão 3D FDM sendo este um dos mais importantes para conseguir peças bem-sucedidas.

Queres receber artigos como este no teu e-mail?

Subscreve-te a nossa newsletter mensal e recebers todos os meses no teu e-mail as últimas novidades e conselhos sobre impressão 3D.

* Ao registar-se aceita a nossa política de privacidade.

[active] => 1 [created] => 2017-12-13 15:13:13 [comment_status] => 1 [viewed] => 202258 [is_featured] => 0 [post_type] => 0 [id_category] => 2 [lastname] => Meneses [firstname] => Lara [post_img] => 33.jpg ) 1
  • $options.id_post: 33
  • $options.slug:
  • https://filament2print.com/pt/blog/33_.html
  • es
  • gb
  • pt
  • fr
  • Que é o flow de impressão 3D e como ajustar

    Que é o flow de impressão 3D e como ajustar

    Neste artigo vamos comentar que é o flow bem como a importância que tem na impressão 3D. Além disso, explica-se como calibrar este parâmetro para que a impressora 3D dê os melhores resultados possíveis.

    Flow de uma impressora 3D

    O flow é a quantidade (volume para ser mais precisos) de filamento que decorre pelo extrusor em função dos parâmetros de impressão selecionados para realizar um modelo. O cálculo do flow realiza-o automaticamente a impressora 3D em função dos Passos/mm que estabelece o fabricante da impressora 3D para o motor do extrusor, em função do diâmetro do filamento e do diâmetro de saída do nozzle.

    Como calibrar a impressora 3D ante uma mudança de extrusor

    Se realiza-se a mudança ou modificação do extrusor, por exemplo por um E3D Titan Aero, dever-se-á ajustar os Passos/mm do motor do extrusor.

    E3D Titan Aero extrusor

    Imagem 1: E3D Titan Aero extrusor. Fonte: E3D

     O primeiro é saber quantos Passos/mm utiliza a impressora 3D. Isto está refletido na parte de "Controlo>Movimento>Extrusor", neste caso o valor é 104.5 Passos/mm.

    Passos/mm do Extrusor

    Imagem 2: Passos/mm do Extrusor

    Fazem-se duas marcas no filamento, separadas 20 mm e 25 mm do início do extrusor.

    Marcas no filamento para calcular o número correto de Passos/mm

    Imagem 3: Marcas no filamento para calcular o número correto de Passos/mm

    Move-se o filamento 20 mm desde o ecrã de controlo no apartado de movimento.

    Mover o filamento 20mm

    Imagem 4: Mover o filamento 20 mm

    A seguir, comprova-se se a deslocação que realiza o motor do extrusor é o correto. Em caso de não ser assim, se mede com um calibre o erro para poder o corrigir. Com todos os dados anteriores e utilizando a seguinte fórmula obtemos os Passos/mm corretos para o motor do extrusor.

    Fórmula Passos/mm do extrusor

    Imagem 5: Fórmula Passos/mm do extrusor

    Ao finalizar o cálculo, só há que modificar os Passos/mm no ecrã de controlo e guardar os novos dados.

    Por outro lado, todos os softwares de laminação 3D dispõem de um apartado onde modificar a quantidade de fluxo (razão do fluxo) já que as densidades mudam entre os diferentes materiais que existem no mundo da impressão 3D FDM/FFF. Este razão é muito importante à hora de conseguir tanto o acabamento superficial desejado como as dimensões reais do desenho CAD, porque em caso contrário, será muito complicada a fabricação de peças que vão encaixadas entre si ou conectadas com outras.

    Antes de ajustar o fluxo, preparemos a impressão 3D corretamente

    Antes de explicar o ajuste do parâmetro de razão de fluxo, queremos lembrar uma série de conselhos a ter em conta sempre antes de realizar uma impresão 3D. Há que comprovar sempre o estado do nozzle, que não presente um desgaste abusivo da ponta nem que tenha sujeira tanto interna como externamente. Comprovar que a temperatura de extrusão seja a recomendada pelo fabricante do filamento, porque em caso de não cumprir esta recomendação, a calibragem do fluxo será ineficaz e nunca conseguir-se-á um bom resultado. Por último, e talvez o mais importante, a base deve estar bem nivelada e calibrada para que o modelo impresso não presente desvios dimensionais no eixo paralelo à base de impressão (eixo z).

    A prova do cubo para o ajuste da razão de flow de impressão

    Para ajustar o parâmetro da razão de fluxo deve-se realizar a prova do cubo. Esta prova consiste em imprimir um cubo oco e sem a cara superior, para comprovar que a espessura dos caras laterais se corresponde com as do desenho.

    Cubo de Calibragem do flow

    Imagem 6: Cubo de Calibragem do flow

     No nosso caso temos impresso um cubo com uma espessura de cara lateral de 0.80 mm, desenhado por 3D_MaxMaker que podem encontrar em Thingiverse. Os parâmetros de impressão são: nozzle de 0.40 mmlargo de capa 0.80 mm (para criar duas capas exteriores e que a medida seja mais precisa) e razão do fluxo de 100 %.

    Razão do fluxo 100%

    Imagem 7: Com razão do fluxo ao 100 % o cubo fica sobredimensionado

     Ao utilizar PLA com razão de fluxo de 100 % (recomendado 90 %) obtivemos uma medida de 0.88mm, claramente sobredimensionada. Para corrigir este desvio aplicaremos a seguinte fórmula:

    Fórmula para calcular o fluxo necessário para qualquer material

    Imagem 8: Fórmula para calcular o fluxo necessário para qualquer material

     Obtido a novo razão de fluxo (90 %) só fica modificar o parâmetro no software de laminação 3D que se utilize, no nosso caso o Cura 3D.

    Razão do fluxo o 90%

    Imagem 9: Modificar a razão do fluxo ao 90 %

     E voltar a imprimir o cubo para comprovar que as medidas obtidas com a novo razão do fluxo são as corretas.

    Medidas corretas ao calcular a razão do fluxo necessário para o PLA

    Imagem 10: Medidas corretas ao calcular a razão do fluxo necessário para o PLA

     Como comentámos antes, a densidade dos materiais que se utilizam na impressão 3D não é a mesma, com o que para a cada material e fabricante é recomendável fazer este ajuste.

    Ao realizar este simples processo de correção todas as impressões 3D que se realizem ganharão tanto em qualidade superficial como em proporcionalidade dimensional.

    Em resumo, o flow trata-se de uns dos parâmetros mais esquecidos na impressão 3D FDM sendo este um dos mais importantes para conseguir peças bem-sucedidas.

    Queres receber artigos como este no teu e-mail?

    Subscreve-te a nossa newsletter mensal e recebers todos os meses no teu e-mail as últimas novidades e conselhos sobre impressão 3D.

    * Ao registar-se aceita a nossa política de privacidade.

    11 Comentários

    • Avatar
      Vermunt Dominique
      mar 27, 2019

      Bonsoir Merci pour votre commentaire je ne peux pas avoir axer a leeprom dans repetier et pronterface non plus si vous avez une solution merci Cordialement Dominique

      • Avatar
        Filament2print
        abr 1, 2019

        Envoyez-nous votre problème en détail à la section contact. Salutations

    • Avatar
      Carlos
      nov 7, 2019

      Buen articulo. Lo primero que deberíamos de hacer siempre antes de empezar a imprimir una pieza es hacer calibraciones de flow, hay mucha diferencia entre filamentos de distintas marcas. Saludos!

      • Avatar
        Renato
        jul 5, 2020

        Cuál será el orden correcto? Yo diría el siguiente. Cubo XYZ, Retracción Torre de Temperatura, Flujo.

    • Avatar
      Guillermo
      abr 17, 2020

      Hola, creo que hay un error en el párrafo inferior a la imagen 6, el ancho de capa debería ser 0,4 mm y no 0,8 como dice.

    • Avatar
      carlos
      jun 4, 2020

      Buenos dias, después de ajustar el flow, las paredes si que miden 0,8 pero el cubo deja de medir 20x20 para medir 19,8 o cosa así. Es normal? hay algo mas que ajustar?

      • Avatar
        Adrian
        jul 21, 2020

        Creo que tendrás que ajustar mínimamente el flow con este nuevo valor y aplicando la misma fórmula. Paso 1. 100% flow - (0.8mm y la impresión real) --> Flow1 Paso 2. Flow1 - (20 mm y la impresión real 19.2) --> Flow nuevo ... A la segunda o la tercera estaremos con el valor de flow perfecto.

        • Avatar
          Adrian
          jul 22, 2020

          Mi respuesta anterior no es correcta, está mal razonada.

    • Avatar
      Eve
      nov 18, 2020

      Yo imprimo cubo de calibración y de altura me da los 20 mm pero en eje x, y me da 17 mm, ya calibre los pasos y la correa está ok.. Que podría ser? Ya no se que más ajustar

    • Avatar
      Lucia
      abr 4, 2021

      A mi me pasa que pongo a calentar el pla y automaticamente comienza a salir por la boquilla plastico, eso me afecta la retracción he cambiado la retraccion y no ha funcionado, cambie la temperatura y tampoco, he cambiafo el flujo a 90 y tampoco obtuve resultados, cambie el nozzle y tampoco es eso, es una anet a8, parece un problema tonto pero a causa de eso todo lo que imprimo lo hace con retraccion, he llegado a cambiarle el motor E, pero ya nose como solucionarlo, algun consejo?

      • Avatar
        Filament2Print
        abr 5, 2021

        Hola Lucía. Probablemente no es un problema de configuración, sino de rendimiento térmico del hotend. Para evitar el goteo durante el calentamiento es importante que la zona fría y caliente del hotend estén bien definidas. Si aplicas un poco de pasta térmica en la unión del heatbreak y el disipador probablemente mejore el problema. Además, asegúrate de que el ventilador que refrigera el hotend funciona correctamente.

    Deixe um comentário

    Todos os campos são obrigatórios

    Nome:
    E-mail: (Não publicado)
    Comentário: