1
  • $options.id_post:
  • $options.slug:
  • https://filament2print.com/pt/blog/_.html
  • es
  • gb
  • pt
  • fr
  • PP (Polipropileno) Natural

    Novo produto

    30 Itens

    28,95 €sem IVA
    35,03 €com IVA

    Solicitar informação

    O filamento de Polipropileno (PP) é um dos materiais mais versáteis e utilizados na indústria.

    O Polipropileno (PP) é um termoplástico obtido pela polimerização do propileno. O Polipropileno (PP) é um material muito versátil, semitransparente, liviano, reciclável e com boas propriedades organolépticas.

    Realizaram-se muitas tentativas por fabricar filamentos de Polipropileno conquanto nunca têm fructificado devido à dificuldade de impressão deste material. Os filamentos comuns de PP (Polipropileno) apresentam um elevado efeito warping que o convertem em um plástico praticamente impossível de imprimir em uma impressora 3D. Devido a esta problemática a empresa espanhola "Smart Materials 3D" tem estado desenvolvendo o novo filamento de Polipropileno Natural Smartfil (1,75mm ou 2,85mm) que se trata de um filamento de PP especialmente aditivado com o fim de melhorar a sua aderência à superfície de impressão e assim reduzir o efeito warping. Para eliminar completamente o efeito de deformação e realizar a impressão em 3D sem qualquer problema com o PP Natural Smarfil, recomenda-se o uso do adesivo Smart Stick.

    As peças impressas com o filamento de Polipropileno Natural PP Smartfil (1,75mm ou 2,85mm) oferecem flexibilidade, uma excelente resistência mecânica e química, bem como uma excelente resistência à flexão que o fazem ideal para grande quantidade de aplicações industriais. Também oferece uma boa barreira ao vapor e apresenta uma boa procesabilidade já que é o material plástico com menor peso específico já que este é de 0,90 g/cm3 (Ideal para reduzir o peso em peças e componentes aplicados ao mundo da automoción e aeronáutica).

    Por outra parte, as peças realizadas com o filamento de Polipropileno destacam pela sua resistência à abrasão e pela sua capacidade de absorver os choques (resistência ao impacto), resistência a fadiga (Daí que se utilize em dobradiças) e além disso consta de uma relativa rigidez e flexibilidade. Por contra, um dos principais inconvenientes é a sua sensibilidade ante os raios UV. Conquanto já existe um material em impressão 3D para paliar este ponto débil da maioria de plásticos que é o filamento ASA.

    O Polipropileno é usado a dia de hoje em multidão de usos muito variados; Desde fabricação de packaging, indústria automotriz, têxteis, menaje, medicina, encanamentos, etc.

    Embora o Polipropileno como material está reconhecido pela FDA (Contacto com alimentos), o filamento de Polipropileno Smartfil não o está, já que ao realizar a aditivación para obter umas melhores propriedades de impressão, e além disso ao entrar em contacto com os extrusores deixa de cumprir esta propriedade que sim cumpre o material genérico.

    PP_Smartfil_Filament2print

    PP Smartfil Data Sheet_ES

    Ficha de informação em Espanhol PP Smartfil

    Downloads (185.89k)

    PP Smartfil:Tips_ES

    Dicas de impressão filamentos de polipropileno em espanhol

    Downloads (126.06k)

    PP Smartfil:Tips_EN

    Dicas de impressão filamentos de polipropileno em Inglês

    Downloads (132.63k)

    PP Smartfil Data Sheet_EN

    Ficha de informação em Inglês PP Smartfil

    Downloads (185.89k)

    PP SMF Safety Data Sheet_ES

    Ficha de segurança en Espanhol PP Smartfil

    Downloads (270.63k)

    PP SMF Safety Data Sheet_EN

    Ficha de segurança em Inglês PP Smartfill

    Downloads (416.28k)

    Os filamentos de Polipropileno comuns nunca têm fructificado devido à dificuldade de impressão deste material (Principalmente pelo efeito warping que apresentam). Conquanto, o novo filamento desarrollado pela empresa espanhola "Smart Materials 3D" tem estado desenvolvendo o novo filamento de Polipropileno PP Smartfil (1,75mm ou 2,85mm) que se trata de um filamento de PP especialmente aditivado com o fim de melhorar a sua aderência à superfície de impressão e assim reduzir o efeito warping.

    A seguir detalham-se os principais conselhos de uso para conseguir obter uns bons resultados de impressão:

    1. Temperatura de impressão: Recomenda-se uma temperatura de impressão de 220ºC já que a temperaturas superiores a esta o material seria demasiado fluído e pioraria a qualidade das peças impressas, enquanto por embaixo dos 220ºC o filamento de polipropileno seria extruído com muita dificuldade. 
    2. Temperatura de cama quente: Este filamento Smartfil Polipropileno está especialmente aditivado para evitar as contrações/efeito warping na base das peças. Por tanto, precisar-se-á uma temperatura na cama de 65/70ºC. Não se deve superar esta temperatura já que este excesso suporia que aparecesses maiores contrações no material. 
    3. Brim: Aconselha-se o uso de brim (geração de borda extra à peça para aumentar superfície de contacto) à hora de imprimir e que a primeira capa de contacto seja de baixa espessura para forçar o contacto entre o material extruido e a base.
    4. Superfície de impressão: Só se consegue que se adiram as peças à base mediante o uso de fita de selo de PP sobre a cama quente. O PP tem uma grande afinidade consigo mesmo, pelo que é o melhor método para obter grande aderência entre o material e a base.(Aviso: Quando se adira a fita de selo de PP à cama quente, se deve usar a cara que cola de bruços, já que a cara que está composta por PP é a superior e é o a que aderir-se-á bem o filamento de polipropileno). Por tanto dever-se-á esquecer o uso de lacas ou similares para conseguir aderir este material.

    4.1. Fita de polipropileno: só é possível aderir as peças à base usando uma fita PP na cama quente. O PP tem uma grande afinidade consigo mesmo, por isso é o melhor método para obter uma grande aderência entre o material e a base. (Nota: Quando a fita PP está presa ao leito quente, o rosto deve ser usado. ficar de cabeça para baixo, uma vez que o rosto que é composto de PP é o topo e é aquele que irá aderir bem ao filamento de polipropileno). É mais desconfortável usar do que o líquido Smart Stick, embora nos casos em que não possa ser aplicado em um vidro, o Smart tick é a única opção viável. A fita deve ser aplicada com uma espátula para evitar bolhas de ar que deixem uma marca na peça final.

    4.2. Smart Stick Liquid Adhesive (RECOMENDADO): É a solução desenvolvida especificamente para obter a melhor adesão à base do filamento de polipropileno. A temperatura de operação ideal do Smart Stick é de 70-90 ° C. Nas impressões em que é necessária uma grande adesão, recomenda-se aumentar a temperatura da base entre 90-100ºC para a primeira camada, a fim de obter uma grande aderência entre o material e o adesivo e depois reduzir essa temperatura para 70ºC, de modo que aumentar a capacidade estrutural do adesivo.

    • Tipo de plástico: PP-Polipropileno
    • Local de fabricação: Espanha por "Smart Materials 3D" com as tecnologias atuais mais sofisticadas de fabricação.
    • Cor: Natural
    • Diâmetro: 1,75mm ou 2,85mm
    • Tolerância (máxima) de diâmetro: ±0,03mm (1,75mm) e ±0,05mm (2,85mm)
    • Temperatura recomendada de impressão: ±220ºC
    • Temperatura cama quente impressão: 30-70ºC
    • Temperatura de reblandecimiento / Resistência térmica (ISO 306): 107ºC
    • Formato: Bobina de 700gr ou pack de 50gr
    • Densidade (ISO 1183): 0,90 g/cm3
    • Resistência ao rompimento IZOD (ASTM D256): 85,4 KJ/m2
    • Resistência à tração (ASTM D638): 214 Kg/cm2
    • Dureza da superfície Rockwell (ISO 2019-1): 80 MPa
    • Resistência à flexão (ISO 178): 648 Kg/cm2
    • Diâmetro bobina de 700gr: 200mm
    • Longo bobina de 700gr: 70mm
    • Diâmetro buraco interior de bobina de 700gr: 55mm
    • Peso para envío de bobina de 700gr: 1,3 Kg 
    • HS Code: 3916.9

    3 outros produtos da mesma categoria: